miércoles, 18 de enero de 2017

Acta de deposição do Protopresbítero Alexandre Bonito


BARTOLOMEU I
PELA MISERICÓRDIA DE DEUS
ARCEBISPO DE CONSTANTINOPLA-NOVA ROMA
E PATRIARCA ECUMÉNICO
 
Prot. Nº: 927
 
ACTA DE DEPOSIÇÃO
DO PROTOPRESBÍTERO ALEXANDRE BONITO
CLÉRIGO DA SACRA METRÓPOLE DE ESPANHA E PORTUGAL
 
​Se algum Presbítero ou Diácono despreza o próprio Bispo e não se ihe quer submeter, nem obedecer-ihe e com a sua conduta e comportamento irregular e indisciplinado escandaliza e arruína as consciências dos fiéis, este debe ser deposto, tal como ordenam os sagrados Cânones.
 
​Acontece que o clérigo da Sacra Metrópole de Espanha e Portugal, o Protopresbítero Alexandre Bonito, se mostrou extremamente desdenhoso para com o seu próprio Bispo e destruidor da ordem canónica Ortodoxa, desertor da sua Autoridade canónica eclesiástica e desobediente ao próprio Bispo canónico, tal como informou à Madre Igreja o Ordinário do local, o Eminentíssimo Metropolita de Espanha e Portugal Sr. Policarpo.
 
A nossa Humilde Pessoa, juntamente com os Eminentíssimos Metropolitas e Exarcas que nos rodeiam, nossos queridos irmãos e concelebrantes no Espírito Santo, pela atitude desobediente e rebelde contra o seu próprio Bispo, funesta para as almas de rebanho Ortodoxo e em geral indigna de um clérigo, considerando a sua conduta e comportamento, examinámos Sinodalmente a situação e decidimos que, de acordo com os divinos e sagrados Cânones 31 dos Santos Apóstoles, 18 do IV Concílio Ecuménico, 34 do VI Concílio Ecuménico, 13 do Primosegundo Concílio, etc., recaia sobre ele a máxima pena da deposição do grau sacerdotal e levá-lo novamente à ordem dos leigos.
 
Portanto, tendo decidido Sinodalmente no Espíritu Santo, decretamos que o acima mencionado ex-Protopresbítero Alexandre Bonito seja desde este momento deposto do seu grau e cargo sacerdotal e introduzido novamente na ordem dos leigos e como tal seja reconhecido por todos a partir de agora. Nenhum Clérigo se atreva a revestir-se e a concelebrar com ele e que nenhum Cristão o receba e honre como sacerdote e clérigo, sob a pena de suspensão inexorável e excomunhão irrevogável da parte do Senhor Omnipotente.
 
​Em prova e autenticação de tudo isto foi redigida a presente Acta de Deposição contra ele, registada neste sagrado Códice da nossa Santa e Grande Igreja de Cristo, e outra igual enviada também ao Eminentíssimo Metropolita de Espanha e Portugal, Sr. Policarpo, para que, segundo o costume, seja lida nas igrejas e depositada depois nos Arquivos da Sacra Metrópole sob a sua jurisdição.
 
No ano de salvação 2016, o día 29 do mês de Agosto
Prescrição IX
 
+ o Patriarca de Constantinopla Bartolomeu, decide
+ o Metropolita de Pérgamo João
+ o Metropolita de Denver Isaías
+ o Metropolita de Atlanta Alexis
+ o Metropolita das Ilhas dos Príncipes Diago
+ o Metropolita de Pricónisos José
+ o Metropolita de Filadélfia Melitón
+ o Metropolita de França Emanuel
+ o Metropolita de Dardanelo Nicetas
+ o Metropolita de Detroit Nicolãu
+ o Metropolita de São Francisco Gerásimo
+ o Metropolita de Silívria Máximo
+ o Metropolita de Adrianópolis Amfilóquio
 
O Chefe Secretário em funções do Sacrossanto Sínodo
+ o Metropolita de Esmirna Bartolomeu